Transcrição – Solo de Fábio Gouvea em “Tristezas do Jeca”

Olá,

aqui vai mais um vídeo de um solo do mestre Fábio Gouvea que tirei esses dias. Esse é um dos meus prediletos, desse que (como já disse) é um dos meus baixistas preferidos.

Destaco as frases típicas de forró e música nordestina nas partes A, contrastando com as idéias mais angulares e modernas nas partes B de cada chorus, exceto pelo último A, em que vemos uma idéia rítmica em 4as muito interessante.

Como sempre, espero que gostem!

Até a próxima,

Transcrição – Solo de André Marques em “Viva o Rio” (Hermeto Pascoal)

Olá,

aqui vai mais uma transcrição que fiz na última semana, dessa vez de um solo curto do pianista André Marques na faixa “Joyce” (também conhecida como “Viva o Rio de Janeiro”) do disco “Mundo Verde Esperança”, do Hermeto Pascoal.

Como sempre, os improvisos do André são muito bem construídos, aliás, tudo que esse grande músico faz é muito bem feito, e recomendo muito que se procure conhecer os trabalhos que ele lidera, em especial o Trio Curupira, a Vintena Brasileira e o André Marques Sexteto.

O solo apresenta uma série de idéias legais, e se fôssemos analisá-lo veríamos uma utilização interessante de alguns arpejos sobre os acordes dominantes, mas o objetivo aqui não é esse. Como sempre é uma ótima prática transcrever solos de outros instrumentos para o contrabaixo. Espero que curtam!

Abraço grande,

Transcrição – Improviso de Fábio Gouvea em “Conversa de Matuto”

Olá,

Segue aqui um vídeo de uma “transcrição” que fiz de um improviso de um de meus baixistas prediletos, o Fábio Gouvea do Trio Curupira.

Tirar improvisos de outros músicos (e muitas vezes, de outros instrumentos) é sempre algo que nos faz trabalhar uma série de coisas: puxa por nossa percepção, aumenta nosso vocabulário enquanto músico e nos apresenta desafios técnicos, uma vez que, pra executar o solo no andamento em que foi gravado, precisamos dominar uma série de passagens que não estão na nossa “zona de conforto”, então é inevitável encontrar dificuldades técnicas que precisam ser ultrapassadas.

Esse solo é primoroso (como todos do Fabinho), espero que gostem.

Abraço grande,

Transcrição – Solo de Sivuca em “Forró da Penha”

Fiz essa transcrição alguns anos atrás e é um prazer iniciar as postagens do blog com ela. Não só pela beleza do solo em si, mas por ele ser uma aula sobre vários temas que vamos abordar por aqui: Linguagem brasileira de improvisação (nesse caso específico o forró), improvisação com tríades e criatividade rítmica são os que mais me chamam a atenção neste caso. Coisa de mestre mesmo… O tema é “Forró da Penha”, do disco “Pau Doido”, que na minha opinião é obrigatório!! Além da performance e das composições sensacionais, as cozinha formada pelo baixista Toni Dias e o batera Fernando Pereira são um espetáculo à parte.

A harmonia do solo é muito simples, apenas os acordes de G e A maiores. O que impressiona aqui é a expressividade e o suíngue do nosso professor Sivuca. Esete tipo de linguagem é a base pra muito do que vamos estudar em posts futuros, e incorporá-la em seu repertório será de valor inestimável para aqueles que pretendem se aprofundar nos estilos brasileiros.

O solo começa em 1m46s, e  o link para download da transcrição está no final do post.Espero que os amigos do blog divirtam-se!!

Baixe a transcrição em pdf AQUI